Our website uses cookies. By using our site you're agreeing with the use of cookies and with our terms and privacy conditions.

Bolinhos de bacalhau

5 pratos característicos do Norte de Portugal

O Douro, o Minho e Trás os Montes são três regiões do Norte interior e litoral de Portugal que andam de mãos dadas com a gastronomia. Para alguns, que são provavelmente muitos, é quase indissociável qualquer tipo de viagem que cruze os seus territórios sem uma pequena paragem para uma visita ao cabrito assado no forno, à feijoada na versão transmontana, ao arroz de cabidela, às papas de sarrabulho e a muitos outros pratos, sejam eles entradas, principais ou sobremesas, que poderiam figurar neste lote.

É uma questão de conhecimento, cultura, tradição e de experiência. Parte do que aprendemos sobre determinados sítios, se deve a dois sentidos que são constantemente estimulados e postos à prova: o olfacto e o paladar. Afinal de contas, cheiros, texturas e sabores ocupam um lugar especial na nossa memóra. Se te pedissemos para eleger a sopa, o prato de carne, peixe e a sobremesa que melhores recordações te trazem, saberias quais escolher? Enquanto pensas sobre o assunto, deixamos-te aqui a nossa seleção dos 5 pratos mais caraterísticos do Norte de Portugal

 

- Bolinhos de bacalhau

bolinhos.jpg

Ninguém resiste a um pratinho com 2 ou 3 bolinhos de bacalhau. Não é propriamente uma entrada, nem um prato principal ou um lanche. É mais um petisco pedido pelos mais gulosos antes da refeição. Os pastéis de bacalhau, carinhosamente apelidados de bolinhos na região norte de Portugal, teve a sua primeira receita registada oficialmente no início do século XX. Desde então, foram criadas muitas variações da receita original. 

 

- Caldo Verde

caldo-verde.jpg

Cebola, chouriço, alho, água, azeite, couve, batata e sal. Há muitas variações da receita tradicional, mas todas seguem os mesmos ingredientes de base. O caldo verde é uma sopa tradicional portuguesa, consumida de norte a sul e em outros países onde o português é língua oficial, mas a sua origem está ligada ao Minho.

 

- Francesinha

francesinhas.jpg

A francesinha é uma das incontestáveis rainhas do norte. Uma espécie de sandes em pão de forma e com bife, salsichas frescas, linguiça, entre outros, no seu interior. O molho, considerado por muitos como o grande segredo da francesinha, leva polpa de tomate, cerveja, vinho do Porto ou whisky e tem de ser servido bem quente. Pode ser encontrada por outras paragens, mas a original é servida nos resaurantes, tascas e cafés da cidade do Porto.

 

- Bacalhau à Gomes de Sá 

bacalhau-gomes-de-sa.jpg

Pratos com o nome dos seus autores não é uma novidade em Portugal e o bacalhau à Gomes de Sá não é a excepção à regra. Diz-se que a receita foi criada em 1851 por José Luís Gomes de Sá, um comerciante de bacalhau, e que posteriormente esta acabaira por ser partilhada com o dono de um restaurante no Porto. O resto da história já todos conhecemos. O bacalhau à Gomes de Sá é, ainda hoje, um dos pratos mais apreciados em Portugal.

- Sopa Seca

sopa-seca.jpg

Não te deixes enganar pelo nome. A Sopa Seca não é, na verdade, uma sopa. Feita à base de pão de trigo velho e água adocicada com açúcar e aromatizada com vinho doce e casca de limão, esta sobremesa era reconhecida em outros tempos por fazer parte da dieta das famílias mais humildes e com menos recursos económicos. Uma dica: para manter o sabor original, a sopa seca deve ser confeccionada, preferencialmente, em forno a lenha e servida ainda morna.